Skip to content

joomla

Narrow screen resolution Wide screen resolution Increase font size Decrease font size Default font size
Início
Exposição "Postais Musicais de Cabo Verde, de António Firmino PDF Imprimir e-mail

Nesta exposição, António Firmino mostra o resultado de uma pesquisa pictórica e documental sobre o universo da música popular caboverdiana, trabalho que vem desenvolvendo há alguns anos. A exposição está disponível para itinerância com animação cultural (música, gastronomia, poesia, etc.).

 Crédito: António FirminoCrédito: António FirminoCrédito: António FirminoCrédito: António Firmino

Nos quadros de pequeno formato evocam-se aspectos essenciais do quotidiano de uma comunidade musical marcada pela confraternização permanente entre compositores, instrumentistas, poetas e outros actores centrais da vivência cultural do arquipélago de Cabo Verde.

Grande parte dessas imagens retratam figuras maiores da vida musical crioula ou tocadores populares muitas vezes “famosos” apenas nas suas povoações ou ilhas. Outras evocam personagens já desaparecidos mas que tiveram notoriedade significativa nas épocas em que viveram. Entre eles, merecem destaque Ana Procópio, uma das grandes pioneiras dos cantares de improviso, Eugénio Tavares, um dos maiores compositores de todos os tempos em Cabo Verde e Francisco Xavier da Cruz, dito “B.Léza”, autor de referência cimeira na história da música caboverdiana, cujo centenário do nascimento se comemorou em 2005.

A preocupação do autor foi contribuir para que as novas gerações crioulas conheçam melhor estas figuras fundamentais da sua cultura, muitas das quais foram objecto de referências esporádicas na escassa literatura caboverdiana sobre “gente da música”. É importante referir que o projecto de pesquisa em que esta exposição está integrada abrange igualmente áreas como a fotografia, o registo de testemunhos ou a recolha documental, visando contribuir para a preservação da memória colectiva do povo de Cabo Verde e para a perpetuação do seu riquíssimo património musical. A colecção reúne neste momento mais de 100 obras disponíveis para itinerância pelo país e pelo estrangeiro.

Esta exposição, que vem circulando em Portugal e no Brasil desde 2005 é parte integrante de um projecto de preservação e divulgação do património musical caboverdiano que a ETNIA - Cultura e Desenvolvimento está a desenvolver

Características das obras: Acrílico sobre  papel e cartão em formato A4

 
< Artigo anterior

Redes e Parcerias