Skip to content

joomla

Narrow screen resolution Wide screen resolution Increase font size Decrease font size Default font size
Início
Oficina sobre Empreendedorismo e Empregabilidade em Santos-o-Velho PDF Imprimir e-mail

Oficina Empreendedorismo

A ETNIA promoveu no dia 10 de Dezembro, na Junta de Freguesia de Santos-o-Velho em Lisboa, uma acção de sensibilização ás questões do emprego e do empreendedorismo no âmbito do Acordo de Cooperação entre o IEFP e a ANIMAR ( de que a ETNIA é membro), que visa a promoção de acções desse tipo.  Esta acção teve o apoio da Junta de Freguesia de Santos-o-Velho do Centro InterculturaCidade, e contou com a colaboração da ANOP e da AFAIJE (Associação dos Filhos e Amigos da Ilha de Jeta).

Nesta acção participaram tanto representantes de organizações como pessoas com ideias concretas para criação dos seus próprios empregos mas com fortes carências técnicas e financeiras.A Etnia apresentou aos presentes o projecto “Oficinas do Mundo”, que tem sido realizado e divulgado gradualmente desde 2008 e  agora  com perspectivas de consolidação de forma a transformar-se  numa iniciativa autónoma e permanente, que permita a criação de emprego para artistas, artesãos e animadores culturais que enfrentam dificuldades de empregabilidade. O projecto, que a ETNIA acredita poder ser uma boa solução nomeadamente para valorizar competências e saberes tradicionais das comunidades migrantes, foi bem acolhido pelo público e despertou interesse em alguns participantes que desenvolvem trabalho nessas áreas, os quais mostraram disponibilidade para aderir à iniciativa. 

Também o representante da AFAIJE, Tomé Correia, referiu um projecto -  Tecelagem de Panos Tradicionais da Guiné-Bissau - que tem aspirações a tornar-se numa iniciativa que possa gerar emprego para alguns imigrantes guineenses que dominam essa tecnologia popular ancestral do país e da África Ocidental.

Houve ainda espaço  para uma conversa com algumas mulheres da Freguesia de Santos-o-Velho que dinamizam actualmente uma venda de Natal, assim  tentando explorar possibilidades de venda de produtos diversos, tanto no imediato como a médio prazo.

Carlos Ribeiro, dirigente da ANOP,  focou alguns pontos fundamentais sobre empreendedorismo inclusivo e deu sugestões para o possível fortalecimento do projecto Oficinas do Mundo.Falou ainda sobre as Oficinas de Projecto, uma metodologia de apoio a desempregados que buscam soluções para a sua reinserção profissional e auto-emprego e propôs que a Junta de Freguesia de Santos-o-Velho apoie a criação de uma Oficina Permanente nessa área da cidade, dinamizada pelas organizações da sociedade civil que já estão a intervir nessa perspectiva, como forma de combater o desemprego existente na área.

V.C.R.

Saiba mais sobre o projecto OFICINAS DO MUNDO

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

Redes e Parcerias